Em muitos casos em que as pessoas passam mal e ficam dias com vômito, diarreia, dentre outros sintomas, acabam sendo diagnosticadas com virose.

Mas afinal, o que é uma virose? Podemos definir como virose qualquer doença causada por um vírus, no entanto nem sempre é possível identificar qual vírus exatamente causou aquela doença, afinal, existem milhares deles.

De modo geral, os profissionais de saúde costumam chamar de virose infecções do trato respiratório ou gastrointestinal. As viroses respiratórias geralmente são causadas pelo vírus da gripe (influenza) ou até mesmo outros vírus que causam resfriados mais comuns.

Os sintomas da virose respiratória costumam ser a congestão nasal, coriza, espirros, dor no corpo, febre, dor de cabeça, garganta irritada e inchaço dos gânglios (conhecidos como ínguas). Já as viroses gastrointestinais são mais comuns no verão e costumam atacar o sistema digestivo tendo como principal sintoma a diarreia que costuma vir acompanhada de náuseas, vômito, febre e inchaço dos gânglios.

Com relação a duração, geralmente os sintomas costumam permanecer durante no máximo 10 dias e se curam espontaneamente. Em alguns casos quando o mal estar permanece por mais tempo, ou quando esses sintomas atrapalham o cotidiano do indivíduo, se faz necessário procurar um médico que poderá pedir alguns exames e receitar alguns medicamentos.

Imagem meramente ilustrativa | Pixabay

Algumas medidas podem ser tomadas para minimizar os efeitos da virose e assim possibilitar uma recuperação mais rápida. Dentre os cuidados estão o repouso e hidratação constante, evitar locais fechados com muitas pessoas para que não transmita o vírus a mais gente e administração correta dos medicamentos receitados pelo médico.

Caso a diarreia seja um dos sintomas, é importante a administração de soro caseiro para reidratação, bem como uma alimentação leve e saudável.