Todos os dias crianças e adultos iniciam terapias com o intuito de amenizar seus problemas. O fato é que existem diversas linhas psicoterápicas e geralmente algumas pessoas combinam mais com um determinado tipo do que outro.

A psicoterapia é compreendida como um método de tratamento das questões emocionais. Atualmente existem mais de 200 linhas terapêuticas com diferentes abordagens, mas vale ressaltar que nenhuma delas é mais ou menos eficiente que as outras, os resultados dependem de diversos fatores, e é exatamente isso que vamos abordar agora.

Psicanálise

Desenvolvida por Freud, a psicanálise trata-se de uma investigação de processos mentais que busca o tratamento de distúrbios neuróticos. Tem como premissa o  inconsciente, onde por meio de seus relatos será estudado pelo psicanalista os acontecimentos nos processos psíquicos que podem explicar nossos conflitos.

A psicanálise é indicada para aqueles que desejam conhecer suas camadas mais profundas ou ainda para quem apresenta um enigma pessoal, algo que não vai bem e precisa de uma solução o qual não consegue encontrar sozinho.

Terapia analítica ou Junguiana

Desenvolvida por Carl G. Jung, um discípulo de Freud, a terapia analítica ou Junguiana como é conhecida também parte do pressuposto que muitas das respostas estão nos sonhos e no inconsciente. Jung estabelece para esse tipo de terapia 4 etapas, sendo elas a confissão (onde o paciente revela aquilo que está lhe causando angústia), seguida do esclarecimento, educação e transformação.

A terapia analítica é recomendada para qualquer pessoa que esteja apresentando sintomas que prejudiquem seu bem-estar ou para quem sente vontade de transformar o modo como vive tendo a necessidade de algo mais profundo.

Psicodrama

Desenvolvido pelo médico romeno Jacob Levy Moreno, o psicodrama é um tipo terapia onde são utilizadas encenações. Nela a representação dramática improvisada é usada como núcleo de abordagem, e procura resolver os problemas através da representação teatral por meio da análise realizada pelo terapeuta e pelos participantes.

O psicodrama passa por 4 fases: aquecimento, encenação, análise de grupo e encerramento. É indicado para pessoas que desejam encontrar uma solução para aquilo que os oprime, e podem participar crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Terapia comportamental

Baseada na filosofia de ciência do Behaviorismo (conhecido como Teoria do Comportamento), a Terapia Comportamental busca encontrar a resposta do sofrimento do paciente através da análise de suas próprias ações. Sua principal característica é a humanização do indivíduo, que aqui é tratado como único e sua análise é feita por meio da investigação dos fatos de sua vida.

A terapia comportamental é indicada no tratamento de diversos transtornos, tais como ansiedade, bipolaridade, depressão, TOC, etc.

Gestalt

A Gestalt, também conhecida por terapia do contato, foi fundada pelo psicanalista Fritz Perls, e diferente de outras linhas da psicologia que buscam apenas trabalhar com base na origem do problema, a Gestalt trabalha o indivíduo como um todo. Nesta terapia holística, o foco é compreender como o presente afeta o indivíduo e o que pode ser feito para mudar essa situação quando há um incômodo emocional.

A Gestalt pode ser utilizada no modelo de terapia individual ou em grupo, bem como nas terapias de casal. Ela também é utilizada em grupos de desenvolvimento, como ambientes corporativos, por exemplo.