Quando a ação dos raios solares são recebidos em excesso por um indivíduo por um longo período damos o nome de insolação, fator que causar sérios danos à saúde.

A insolação acontece quando a temperatura corporal ultrapassa os 40° C, fazendo assim com que o corpo não consiga se resfriar interferindo no mecanismo de transpiração. Durante a insolação o organismo pode perder água e nutrientes, e se não tratado de rapidamente poderá trazer danos ao coração, cérebro, rins e músculo.

Apesar de na maioria das vezes a insolação ser causada pela exposição em excesso ao sol, outras causas também estão associadas à ela, como por exemplo, usar roupas em excesso em dias de temperatura média e alta, ou ficar sem se hidratar por muito tempo.

A insolação pode ocorrer com qualquer indivíduo, de qualquer idade, no entanto algumas pessoas são mais propensas a terem insolação, como por exemplo crianças, idosos, pessoas que tem tendência a desidratação (como as que sofrem de gastroenterite) ou aquelas que praticam algum exercício ou atividade onde exigem muito esforço, como por exemplo atletas, soldados ou até mesmo funcionários de obras e construções.

Os sintomas da insolação costumam ser a dor de cabeça intensa, tontura, náuseas, distúrbios visuais, confusão mental e temperatura corporal elevada. A pele também sofre alterações ficando seca devido a ausência de suor. Além disso também é comum a palidez, o que pode também ocasionar em extremidades arroxeadas.

Ao perceber os sintomas de uma insolação é necessário procurar atendimento médico o mais rápido possível,  que poderá ser de um clínico geral, dermatologista ou pediatra no caso de crianças. É importante também retirar a pessoa do calor e removê-la para um local ventilado e à sombra, pois deve-se tentar baixar a sua temperatura corporal.

É importante também oferecer muita água e retirar o máximo de peças de roupa da pessoa que está com insolação, e caso ela esteja ainda consciente, mantê-la em repouso com a cabeça elevada.

Após um quadro de insolação algumas medidas também deverão ser tomadas para que o tratamento possa ter um resultado mais rápido, como por exemplo beber muita água, uso de soro caseiro, fazer pequenas refeições ao longo do dia e descansar.

Para se prevenir da insolação evite permanecer durante muito tempo no sol principalmente entre os horários das 10h às 16h, pois é o período em que os raios solares são mais prejudiciais à saúde. Evite também a desidratação, confira as dicas do nosso artigo como se manter hidratado no verão.